Kadafi promete continuar mediação entre Sudão e rebeldes

O presidente líbio, Muammar Kadafi, prometeu continuar a mediação entre o Sudão e os rebeldes de Darfur, para achar uma solução política para a crise na região, informa nesta quinta-feira a agência de imprensa líbia "Jana".Kadafi se reuniu na quarta-feira com os presidentes do Sudão, Omar al-Bashir; Eritréia, Isaias Afeworki; e Chade, Idris Deby. Também estava presente o secretário-geral da Comunidade de Estados do Sael-Saara, Mohammed al-Madani al-Azhari, acrescenta a Jana.Ao fim da reunião, os quatro chefes de Estado pediram aosmovimentos rebeldes sudaneses que aceitem o acordo de paz assinado em Abuja (Nigéria), em 5 de maio de 2006, pelo governo e pelo Movimento de Libertação do Sudão (MLS).O MLS se dividiu depois em duas facções. A menor, dirigida por Abdel Wahed Mohammed Nour, não aceitou o acordo.A agência líbia acrescenta que os presidentes do Sudão e Chade concordaram em continuar o processo de normalização entre seus países, partindo do compromisso de não sustentar os grupos dissidentes de cada país.A Eritréia convidou o governo do Sudão e os movimentos rebeldes para uma reunião em março na sua capital, Asmará, para concluir o acordo de paz de Abuja com a participação de todos os atores envolvidos no conflito de Darfur.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.