Karadzic diz que fez acordo com EUA

O ex-líder servo-bósnio Radovan Karadzic solicitou ao Tribunal Penal Internacional para a ex-Iugoslávia que retire as acusações contra ele, alegando que teria feito um pacto de imunidade com os EUA em 1996. O acordo teria sido entre Karadzic e o então diplomata americano Richard Holbrooke - hoje enviado dos EUA para Afeganistão e Paquistão. Em troca da imunidade, Karadzic se retiraria da vida pública.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.