Karadzic vai para a mesma prisão onde esteve Milosevic

O ex-líder servo-bósnio Radovan Karadzic foi levado hoje para uma cela na mesma prisão onde o ex-presidente iugoslavo Slobodan Milosevic foi mantido e outros aliados e inimigos ainda estão sob custódia da Organização das Nações Unidas (ONU). A carceragem da ONU funciona em uma ala separada da penitenciária holandesa de Scheveningen. O local é bem próximo do tribunal onde Karadzic irá enfrentar 11 acusações de genocídio, crimes de guerra e crimes contra a humanidades durante a guerra da Bósnia (1992-1995).Os suspeitos são mantidos no centro de detenção da ONU até o fim de seus julgamentos e das apelações. Depois, caso sejam condenados, cumprem suas penas em terceiros países que voluntariamente aceitem recebê-los. O centro, com 84 celas, atualmente abriga 37 presos envolvidos nos conflitos dos Bálcãs no início dos anos 90. Cada cela de 5,1 por 3 metros tem um chuveiro, vaso sanitário e uma mesa.As portas das celas ficam abertas a maior parte do dia, com exceção do período em que a mudança de guarda. Os prisioneiros podem ter computadores, mas não é permitido acesso a internet. Os detentos ainda têm canais de televisão de Holanda, Bélgica e França, além de receberem via satélite os canais em sua própria língua. Cursos de arte, línguas e ciência são oferecidos. Eles também dispõem de sala de ginástica, biblioteca, e de uma sala de recreação com dardos, mesa de pingue-pongue e jogos de tabuleiro, além de serviços médicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.