Karzai aceita conversar com líder taleban pela paz

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, manifestou hoje sua disposição de negociar com o líder da milícia fundamentalista islâmica Taleban, mulá Mohamed Omar, com o intuito de promover a paz no país. Numa entrevista exclusiva, Karzai disse que fará "o que for necessário" para conseguir a paz no Afeganistão.

AE-AP, Agencia Estado

03 de dezembro de 2009 | 14h35

Apesar da disposição de negociar, Karzai disse querer garantias de que os Estados Unidos e outros parceiros internacionais apoiariam qualquer iniciativa de paz.

Segundo Karzai, suas tentativas anteriores de aproximação com o Taleban foram sabotadas quando antigos integrantes do Taleban foram "assediados" pelas forças internacionais apesar de terem abandonado a insurgência.

Karzai disse ainda que "nem todos os taleban são terroristas", mas que os integrantes da rede Al-Qaeda e de outras organizações extremistas não são bem-vindos no Afeganistão.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoHamid KarzaiTalebanpaz

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.