Karzai anuncia 7 zonas em que forças afegãs assumirão a segurança

Controle gradual de áreas acontecerá após julho,quando está prevista a retirada das primeiras tropas

Efe

22 de março de 2011 | 14h27

CABUL - O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, anunciou nesta terça-feira, 22, as sete zonas do país em que as suas forças assumirão a segurança a partir de julho, para quando está prevista a retirada das primeiras tropas internacionais.

 

Em discurso na Academia Militar de Cabul transmitido pela emissora de televisão estatal, Karzai nomeou como zonas relativamente tranquilas as províncias centrais de Bamiyan e Panjshir, assim como a de Cabul, com exceção do conflituoso distrito de Surobi.

 

Karzai também indicou as cidades de Herat (oeste) e Mazar (norte), onde as hostilidades não são frequentes, assim como as de Mihtarlam e Lashkar Gah, nas duas conturbadas províncias de Laghman e Helmand.

 

O presidente afegão, que se dirigiu a tropas da Academia de Cabul no dia de sua graduação, precisou que a transferência da segurança das forças internacionais às afegãs nessas sete áreas acontecerá no começo do mês de "saratan", em meados de julho.

 

Karzai se comprometeu com seus parceiros internacionais a assumir gradualmente o controle da segurança de seu país de forma completa até 2014, ano em que concluirá seu mandato atual.

 

Em seu discurso desta terça-feira, Karzai não mencionou quantos soldados desdobrará nas sete zonas nas quais ocorrerá esta primeira transferência de segurança.

 

Este processo de transição "significa que a segurança do Afeganistão deve estar em mãos afegãs, para que o povo veja cumpridos seus desejos", declarou.

 

Há no Afeganistão cerca de 150 mil soldados estrangeiros, dois terços dos quais americanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.