Karzai está perto de vencer no 1º turno

Resultado só será divulgado após apuração de denúncias de fraude

Reuters e AP, CABUL, O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2009 | 00h00

O presidente afegão, Hamid Karzai, lidera as eleições presidenciais do dia 20 com 48,6% dos votos. Seu principal rival, o ex-chanceler Abdullah Abdullah, tem 31,7%. Até agora, a Comissão Eleitoral do Afeganistão apurou 74% das urnas. Karzai precisa obter mais de 50% dos votos para evitar um segundo turno.

Esta foi a segunda eleição direta da história afegã. Houve várias denúncias de fraude, além de um baixo comparecimento pelas ameaças de ataques do Taleban. Por causa da suspeita de fraudes, 447 dos 28 mil colégios eleitorais tiveram os resultados anulados.

Até o momento, a Comissão de Queixas recebeu 2.301 denúncias, das quais 698 "poderiam" alterar os resultados. Mas, segundo Abdullah, a Comissão Eleitoral considerou como válida a contagem em alguns colégios nos quais Karzai obteve 100% dos votos. Abdullah descartou a possibilidade de um acordo de divisão do poder com Karzai. O ex-ministro afirma que houve fraudes generalizadas na eleição.

A contagem dos votos e o resultado oficial das eleições não deve acabar até que as denúncias de fraude sejam apuradas, segundo o diretor da Comissão Eleitoral, Daoud Ali Najafi.

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o premiê britânico, Gordon Brown, anunciaram ontem que realizarão uma conferência internacional sobre o Afeganistão antes do fim do ano para incentivar os afegãos a assumir a responsabilidade de seu país. Segundo Merkel, Alemanha, Grã-Bretanha e França tomaram a iniciativa de convocar a conferência com o apoio dos EUA. O objetivo é "obter progressos verificáveis nas áreas de segurança, governança e desenvolvimento", acrescentou a chanceler.

Um soldado americano morreu ontem na explosão de uma bomba no sul do Afeganistão e um holandês foi morto em um tiroteio. No mês mais violento para as forças dos EUA, 51 soldados morreram em agosto.

NÚMEROS

48,6% dos votos

foram obtidos por Karzai

31,7% dos votos

foram depositados para Abdullah

74% das urnas

já foram apuradas

2.301 denúncias

de fraude foram apresentadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.