Karzai não permite fumigação de plantações de papoula

Apesar de meses de intensa pressão dos Estados Unidos, o presidente Hamid Karzai decidiu que o Afeganistão não vai implementar um programa, como aplicado na Colômbia, de fumigação de plantações de papoula, da qual se obtém o ópio e a heroína, curvando-se a advertências de ministros de que a ação provocaria uma revolta na população.Karzai prometeu, por seu lado, liderar a campanha de erradicação manual este ano, e adiantou que se não forem alcançados os resultados almejados com a técnica, a fumigação "estará na lista de opções para o ano que vem". A informação foi divulgada pelo porta-voz do Ministério Antinarcótico afegão, Said Mohammad Azam. Em 2006, a erradicação manual não funcionou e a produção de papoula no Afeganistão alcançou recordes históricos, 6.700 toneladas. O número é suficiente para produzir 670 toneladas de heroína, ou 90% da produção mundial e mais do que os viciados em todo o mundo conseguem consumir.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.