Karzai toma posse e promete reformas no Afeganistão

Na cerimônia de posse de seu governo, o presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, prometeu hoje lançar reformas "rápidas e intensas" e destituir os ministros que não levarem adiante e seriamente suas obrigações.Em uma coletiva de imprensa, Karzai disse que "as reformas chegarão a todos os níveis, rápida e intensamente, em todos os campos que mencionei em meu programa".O presidente afegão se comprometeu, em particular, em conseguir que a administração pública seja eficaz, não corrompa e que se ajuste às leis."Escolhi os ministros e, se não conseguir deles o que lhes pedir, irão embora", esclareceu Karzai, eleito em outubro com 55% dos votos, apesar de exercer o cargo de presidente desde dezembro de 2001, após a queda do regime Taleban com apoio norte-americano.Dos 27 ministros que compõem o governo, sendo dois deles mulheres, 23 fizeram hoje o juramento sobre o Corão e prometeram defender o Islã. Os outros quatro, dos quais dois estão no exterior, o farão nos próximos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.