Kerry alerta contra tomada de poder no Afeganistão

Qualquer ação com o objetivo de tomar o poder ilegalmente no Afeganistão deve levar ao fim do apoio financeiro e militar dos EUA, alertou o Secretário de Estado John Kerry.

AE, Agência Estado

08 de julho de 2014 | 01h53

Kerry ainda afirmou que as sugestões de um "governo paralelo" no Afeganistão são uma grave preocupação. Mais cedo, resultados preliminares da eleição afegã mostraram o ex-ministro de Finanças Ashraf Ghani Ahmadzai na liderança.

No entanto, milhões de cédulas estão sendo examinadas sob a suspeita de fraude e um porta-voz do oponente de Ahmadzai, Abdullah Abdullah, rejeitou o resultado, caracterizando-o como um golpe.

O Secretário de Estado dos EUA disse esperar que as instituições eleitorais conduzam uma completa revisão de todas as alegações razoáveis de irregularidades. Contudo, ele pediu para os líderes manterem a calma e afirmou que não há justificativa para o uso da violência ou ameaças de ações extralegais. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoeuaeleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.