Ernesto Rodruigues/Estadão
Ernesto Rodruigues/Estadão

'Kerry assume relação entre Washington e Brasília em um novo patamar'

Embaixador dos EUA no Brasil diz que novo secretário de Estado dos EUA tem 'imenso interesse no Brasil'

Roberto Simon, O Estado de S. Paulo,

05 de fevereiro de 2013 | 18h39

O novo secretário de Estado dos EUA, John Kerry, tem "um imenso interesse no Brasil" e assume a relação bilateral com Brasília após Hillary Clinton elevá-la a "um novo patamar". A opinião é do embaixador americano no Brasil, Thomas Shannon, que concedeu entrevista exclusiva ao Estado nesta terça-feira, 5.

"Estou certo de que o período em que Clinton chefiou o Departamento de Estado será lembrado como um momento de avanço e consolidação da nossa relação com o Brasil. O secretário Kerry partirá desse novo nível alcançado, para dar outro salto qualitativo", defendeu Shannon.

O embaixador afirma ainda que, após um período "mais conturbado, principalmente em relação às diferenças sobre o Irã" no governo Lula, o presidente Barack Obama "encontrou em sua colega Dilma Rousseff e no ministro (Antonio) Patriota parceiros prontos para elevar a relação a um outro nível". Kerry e Patriota ainda não conversaram ao telefone desde a nomeação do novo secretário de Estado.

Questionado sobre a falta de apoio de Washington a reivindicação brasileira por um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU, Shannon disse que a "emergência do Brasil no cenário global, para os EUA, é um dos acontecimentos mais importantes do começo do século 21", mas não indicou nenhuma mudança de posição por parte da diplomacia americana. Sobre o candidato brasileiro ao cargo de diretor da Organização Mundial do Comércio, Roberto Azevedo, o diplomata americano afirmou que "ele está à altura de uma organização tão importante."

 
Tudo o que sabemos sobre:
John KerryEUABrasilThomas Shannon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.