Kerry chega ao Afeganistão para visita surpresa

O secretário de Estado norte-americano John Kerry foi para o Afeganistão numa visita não anunciada com o objetivo de se encontrar com o presidente Hamid Karzai, em meio a temores de que o presidente afegão esteja prejudicando o progresso na guerra contra o extremismo com sua retórica contra os Estados Unidos.

Agência Estado

25 de março de 2013 | 08h53

Kerry chegou à capital afegã nesta segunda-feira para uma visita de 24 horas e deveria se encontrar com Karzai, líderes cívicos e outras autoridades para discutir a manutenção da assistência norte-americana ao país. Sua visita coincide com a entrega da direção de um importante centro de detenção para autoridades afegãs.

"Ele vai deixar claro que os Estados Unidos têm um compromisso duradouro no Afeganistão que vai além da transição e que sempre haverá solavancos nesta estrada", revelou aos jornalistas uma autoridade que viaja com Kerry.

A viagem acontece também depois de Karzai ter enfurecido autoridades norte-americanas ao acusar Washington de colaborar com insurgentes do Taleban para manter o Afeganistão fraco, mesmo com as pressões do governo Obama para entregar as responsabilidades de segurança para forças afegãs e pelo encerramento das missões de combate da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) até o final do ano que vem. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
AfeganistãoKerryviagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.