Kerry critica Hamas e pede cessar-fogo em Gaza

Os Estados Unidos endureceram o tom de suas críticas contra o Hamas neste domingo e pediram que o grupo militante palestino aceite um acordo de cessar-fogo para interromper quase duas semanas de combates com Israel.

AE, Agência Estado

20 Julho 2014 | 13h05

Ao chamar a situação de "feia" em entrevistas na televisão dos norte-americana, o secretário de Estado, John Kerry, disse que Israel tem o direito de se defender contra os frequentes ataques de foguetes do Hamas, vindos da Faixa de Gaza. Ele também acusou o Hamas de tentar sedar e sequestrar israelenses através de uma rede de túneis que os militantes usaram para realizar ataques.

"Nenhum país pode ficar parado e não tomar medidas para tentar lidar com as pessoas que estão enviando milhares de foguetes contra sua direção", disse Kerry.

Ele afirmou que o Hamas "deve acelerar e mostrar um nível de razoabilidade, e eles precisam aceitar a oferta de um cessar-fogo, e então nós certamente discutiremos todas as questões relevantes para a crise".

Kerry disse que estava planejando se reunir em breve com o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, e estava pronto para viajar para a região imediatamente, se necessário. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Israel Gaza Kerry

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.