Kerry defende ataques preventivos contra terroristas

O candidato democrata à presidência dos EUA, John Kerry, se disse disposto a lançar ataques preventivos contra terroristas, desde que haja informação suficiente e adequada sobre uma ameaça aos EUA. Com essa declaração, Kerry oferece apoio a uma das políticas mais polêmicas de seu adversário, o presidente George W. Bush, candidato à reeleição.No entanto, o democrata criticou o governo Bush por não ter promovido uma reforma nos serviços de espionagem dos Estados Unidos após os ataques de 11 de setembro de 2001. Kerry disse que o sistema de informação do governo precisa ser aperfeiçoado para que a palavra do presidente americano volte a ?ser boa o suficiente para os povos do mundo de novo?. Mas acrescentou: ?Jamais permitirei que outro país vete o que precisamos fazer, e jamais permitirei que outra instituição vete o que precisarmos fazer para proteger nossa nação?.

Agencia Estado,

16 de julho de 2004 | 20h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.