Kerry deve manter política com Israel, diz professor

Na opinião de Márcio Scalércio, professor de História Contemporânea da PUC-RJ e da Universidade Cândido Mendes, caso o candidato democrata John Kerry bata George W. Bush na eleição presidencial de novembro, a política dos Estados Unidos mudará muito pouco em relação a Israel. Entrevistado na Globo News, ele lembrou recentes pronunciamentos de Kerry e da senadora Hillary Clinton, criticando duramente a recente decisão do Tribunal de Haia condenando a construção do muro que separa Israel do estado palestino. Ele explicou que o eleitorado judaico nos Estados Unidos tradicionalmente vota com os democratas. O que pode acontecer, segundo concluiu, é uma pressão maior de um eventual governo Kerry sobre Israel para que conclua um acordo com os palestinos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.