Kerry diz que Bush faz a "presidência das desculpas"

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, John Kerry, referiu-se ao governo de George W. Bush como a "presidência das desculpas". "Esta administração criou mais desculpas que empregos", disse. "A dele (de Bush) é a presidência das desculpas: nunca está errada, nunca é responsável, nunca merece a culpa", disse Kerry ao Detroit Economic Club. "A mesa do presidente Bush não é onde reside a responsabilidade, é onde começa a culpa". O discurso marca a crítica mais dura de Kerry à atuação do presidente na área econômica. Analistas do Partido Democrata vêm sugerindo que Kerry assuma uma postura mais agressiva frente a Bush. A intensificação dos ataques incluiu um golpe contra as decisões de Bush no Iraque. "O que todos deveriam estar fazendo é perguntar ao presidente, ´qual seu plano, senhor presidente, para que esses meninos parem de ser mortos?´ ", disse o candidato num programa de rádio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.