Jim Young/Reuters
Jim Young/Reuters

Kerry e Lavrov reúnem-se para discutir reunião sobre paz na Síria

EUA e Rússia querem colocar o governo sírio e a oposição na mesa de negociações

Reuters,

27 de maio de 2013 | 15h12

PARIS - O secretário de Estado dos Estados Unidos e o chanceler russo reuniram-se nesta segunda-feira, 27, para discutir a realização da conferência para colocar fim à guerra civil na Síria, em meio ao aumento de violência na região e novas denúncias do uso de armas químicas.

John Kerry e Sergey Lavrov começaram as discussões em Paris, disse uma autoridade dos EUA, com questões sobre quando realizar o encontro, como trazer as partes antagônicas à mesa de negociações e se devem incluir o Irã.

O governo da Síria afirmou que participaria da reunião, mas a oposição se esforça para alcançar uma unidade e ainda não se comprometeu com o encontro.

Autoridades dos EUA afirmaram que pouco se avançou e descartaram expectativas de algum anúncio, sugerindo que o momento e local da conferência de paz, amplamente esperada para ser realizada em Genebra em meados de junho, serão anunciados pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Depois da reunião, Kerry e Lavrov jantariam com o ministro de Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, cujo país, junto com a Grã-Bretanha, tem pressionado para acabar com o embargo de armas da União Europeia - o que impede o fornecimento de armamento aos rebeldes. 

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaEUARússia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.