Kerry e ministro iraniano deixam negociações em Viena

Kerry e ministro iraniano deixam negociações em Viena

Membros da delegação iraniana disseram que o Zarif viajaria para Teerã para consultas

Estadão Conteúdo

21 de novembro de 2014 | 11h25

O secretário de Estado norte-americano John Kerry e o ministro de Relações Exteriores do Irã Mohammad Javad Zarif decidiram nesta sexta-feira se retirar das conversações nucleares em Viena, deixando incerto o futuro das negociações nucleares menos de quatro dias antes do prazo final para um acordo.

Membros da delegação iraniana disseram que o Zarif viajaria para Teerã para consultas. Autoridades norte-americanas disseram que Kerry estava indo para Paris.

Comunicado do governo dos Estados Unidos diz que "o planejamento das viagens futuras de Kerry está sendo finalizado e ainda não determinamos quando ele retornará a Viena". Isso dá a entender que ele vai esperar para ver se Zarif voltará à cidade trazendo novas propostas, antes de decidir se juntar novamente às negociações.

O documento diz que Kerry realizará consultas com seus "homólogos europeus" durante a estadia em Paris. Diplomatas disseram que o ministro de Relações Exteriores francês Laurent Fabius e o secretário do Exterior britânico Philip Hammond também estavam deixando as negociações em Viena, após terem chegado à cidade mais cedo.

Hammond havia demonstrado esperança de que um acordo fosse alcançado até segunda-feira, antes de se reunir com Kerry e Fabius. Ao mesmo tempo, ele disse aos repórteres que "temos um longo caminho a seguir se quisermos um acordo antes do prazo final". Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.