Kerry fica em Viena para continuar negociações nucleares

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, adiou a partida de Viena a fim de continuar as negociações sobre o programa nuclear iraniano. Kerry não vai para Paris na noite desta sexta-feira, como planejado, para se reunir com o ministro de Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, e representantes das seis potencias mundiais.

Estadão Conteúdo

21 Novembro 2014 | 18h25

A decisão foi feita no quarto dia da rodada final de negociações sobre um acordo nuclear entre o Irã e o grupo seis países, que incluem EUA, Reino Unido, Rússia, China, França e Alemanha. Ambos os lados devem chegar a um consenso até segunda-feira. O objetivo é alcançar um acordo que alivie as sanções sobre Teerã em troca de garantias de que o Irã não vai produzir armas nucleares. O país alega que o programa de enriquecimento de urânio tem propósitos estritamente pacíficos.

Zarif e Kerry se reuniram diversas vezes nas últimas 24 horas. O ministro iraniano também se encontrou com o Secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, Philip Hammond e com o Ministro de Relações Exteriores da França, Laurent Fabius. Após a reunião, ele disse que as conversas não resultaram em um acordo. "Ainda há uma discrepância entre as partes", afirmou.

Ainda nesta sexta-feira, Kerry e Zarif vão se reunir com Catherine Ashton, ex-chefe de Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança da União Europeia. O ministro iraniano planejava voltar para Teerã para consultas com especialistas, mas mudou de planos a fim de prosseguir com as negociações. Fabius também permanece em Viena. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
EUAIrãacordo muclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.