Kerry mostra preocupação com Gaza

Secretário de Estado comentou a onda de violência e as operações de Israel no local; falas foram captadas antes de entrevista

AE, Agência Estado

20 de julho de 2014 | 14h09

Em uma conversa com um assistente que vazou durante a aparição em um programa de televisão neste domingo, o secretário de Estado, John Kerry, pareceu mostrar preocupação sobre a onda de violência na Faixa de Gaza e as operações de Israel no local. As falas foram captadas em uma conversa por telefone quando ele aguardava o começo das entrevistas.

"É uma grande operação certeira", afirmou Kerry, em um tom aparentemente sarcástico.

"Certo. Está escalando de uma maneira realmente significativa e isso apenas ressalta a necessidade de um cessar-fogo", disse o assistente. "Precisamos ir lá", respondeu Kerry, ao desligar e entregar o celular para outra pessoa. "Eu acho, John, que precisamos ir hoje à noite. Eu acho que é uma loucura ficarmos parados".

O entrevistador Chris Wallace perguntou a Kerry se ele estava descontente com os excessos da operação de Israel. O secretário respondeu ao defender a ofensiva que há pessoas saindo de túneis, em referência ao motivo pelo qual Israel alega para atacar Gaza. "Você tem o direito de ir e tomar esses túneis", afirmou. "Nós apoiamos completamente isso e apoiamos o direito de Israel de se defender contra foguetes que continuam a ser lançados".

Chris Wallace, em seguida, mostrou o vídeo da conversa do secretário com assistente. "Sim, é duro. É duro ter este tipo de operação", disse. "E eu reagi obviamente de uma maneira que, você sabe, qualquer um faria em relação a crianças e civis. Mas a guerra é dura". Fonte: Dow Jones Newswires.
Tudo o que sabemos sobre:
IsraelGazaKerryVídeo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.