Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Kerry: Netanyahu afirma que novos assentamentos não afetarão negociação

Secretário de Estado dos EUA disse ter tido uma conversa 'franca e aberta' com premiê israelense

O Estado de S. Paulo,

13 de agosto de 2013 | 16h00

BRASÍLIA - O secretário de Estado americano, John Kerry, que tenta manter viva sua iniciativa de retomar as negociações de paz no Oriente Médio apesar de novas polêmicas a respeito dos assentamentos israelenses, disse que teve uma conversa "franca e aberta" nesta terça-feira, 13, com o premiê israelense, Binyamin Netanyahu.

Em uma entrevista coletiva ao lado do chanceler brasileiro, Antonio Patriota, em Brasília, Kerry reiterou que os Estados Unidos consideram os assentamentos "ilegítimos". "A política americana com respeito a todos os assentamentos é que eles são ilegítimos...Mas dito isso, o primeiro-ministro Netanyahu foi muito franco comigo e com o presidente Abbas dizendo que a anunciará a construção em lugares que não afetem o mapa da paz, que não afete a possibilidade de um acordo de paz."

Kerry disse que planeja falar ainda nesta terça com o líder da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, e acredita que ele "está comprometido a continuar" as negociações de paz com Israel. Alguns palestinos defenderam um boicote às negociações de paz, previstas para serem retomadas nesta quarta-feira.

Israel anunciou nessa semana a intenção de construir cerca de 2.000 unidades habitacionais na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental. Nesta terça-feira, o governo israelense autorizou a construção de 942 casas./ REUTERS e AP

 
Tudo o que sabemos sobre:
John KerryEUAPalestinaIsrael

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.