Kerry se reúne novamente para discutir acordo nuclear

O secretário de Estado americano, John Kerry, se reuniu pelo segundo dia seguido com o mediador árabe responsável pelas negociações nucleares do Irã, Yusuf Bin Alawi. O encontro é parte de esforços de último minuto a fim de cumprir o prazo de um acordo para aliviar a ameaça de produção de armas atômicas.

Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2014 | 18h11

Kerry se reuniu com Bin Alawi, ministro das Relações Exteriores de Omã, mediador chave nas discussões entre Washington e Teerã, de acordo com um oficial americano. Bin Alawi estava em Teerã na semana passada e se reuniu com Kerry na terça-feira. O segundo encontro, nesta quarta-feira, foi realizado sem aviso prévio.

Omã é o único país do Golfo Árabe que mantém laços estreitos com o Irã e foi o local de

encontros secretos dos EUA com o Irã em 2012. Essas discussões fizeram as bases de um acordo interino alcançado há um ano, que potencias mundiais estão tentando reforçar em Viena, com um pacto global na segunda-feira.

Em Washington, funcionários da administração Obama, assessores parlamentares e especialistas independentes que monitoraram de perto as discussões acreditam que o mais provável é que as negociações sejam estendidas.

O Irã insiste que o programa de enriquecimento de urânio é exclusivamente para a produção de energia pacífica e fins de pesquisa médica. Os EUA, seus parceiros árabes e europeus e Israel temem que possa haver um esforço secreto para desenvolver um arsenal de armas nucleares. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãacordo nuclearEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.