Kevin Rudd deve assumir na 5ª governo da Austrália

A governadora-geral da Austrália, Quentin Bryce, deve empossar amanhã Kevin Rudd como novo primeiro-ministro do país, após ele ter derrotado a atual chefe do governo, Julia Gillard, em uma disputa pela liderança do Partido Trabalhista. Segundo o jornal Sydney Morning Herald, Gillard visitou Bryce na noite desta quarta-feira (no horário local) para submeter sua renúncia e orientar sobre a nomeação de Rudd.

ÁLVARO CAMPOS, Agência Estado

26 de junho de 2013 | 14h21

Falando ao público pela primeira vez desde a vitória, Rudd, que já foi primeiro-ministro, disse que volta ao cargo "com humildade, honra e um importante senso de energia e propósito". "Os políticos falharam com o povo australiano. Isso está segurando o país. Isso precisa mudar", afirmou. Ele disse ainda que Gillard é "uma mulher de extraordinário intelecto e grande força".

A mudança no governo significa que a Austrália pode antecipar as eleições, marcadas originalmente para 14 de setembro. Se isso for mesmo ocorrer, Rudd deve anunciar a nova data nos próximos dias. Entre as mudanças no gabinete, o ex-ministro de Imigração Chris Bowen deve assumir a pasta do Tesouro. A ministra de Finanças, Penny Wong, permaneceu no cargo e se tornou líder do governo no Senado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.