Khamenei e Ahmadinejad votam nas eleições iranianas

O Líder Supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, e o presidente do país, o ultraconservador Mahmoud Ahmadinejad, votaram nesta sexta-feira nas eleições em que os reformistas e acorrente conservadora disputam os votos dos iranianos. Ao depositar seu voto na mesquita do ímã Khomeini, na localidade de Yamaran, no norte de Teerã, Khamenei afirmou que a participação na eleição é um "dever religioso, nacional e revolucionário", segundo a televisão estatal iraniana. "Nossa participação significa um compromisso com o destino e a direção do país", ressaltou Khamenei.Ahmadinejad votou na mesquita de seu bairro, Narmak, no leste da capital iraniana. Ele foi cercado por uma multidão, como mostrou a televisão estatal. O Irã elege nesta sexta os integrantes dos conselhos municipais e do Conselho de Analistas, que nomeia o Líder Supremo do país. O colégio eleitoral é formado por um total de 46 milhões de iranianos. A previsão é de uma participação de 50%. Serão eleitos também cinco deputados, entre eles dois de Teerã, para completar o Majlis (Parlamento), dominado pela corrente conservadora. O ministro do Interior, Mustafa Burmohamadi, afirmou que seu Ministério "protegerá o voto do povo", segundo a agência oficial de notícias "Irna", e acrescentou que o governo "faz todo o esforço possível para a realização de eleições livres e tranqüilas".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.