Khamenei promete reconstruir Bam

O líder supremo do Irã, Aiatolá Ali Khamenei, prometeu hoje reconstruir a cidade de Bam, arrasada por um terremoto de 6,7 pontos na escala Richter na última sexta-feira, à medida em que uma equipe de resgate estrangeira suspendia suas buscas, alegando não haver mais sinais de vida entre os escombros.Khamenei visitou a cidade devastada, onde mais de 25 mil pessoas morreram, e dividiu seu pesar com as centenas de vítimas reunidas nas ruas. "Vim aqui para lhes prestar minhas condolências e dividir seu sofrimento quanto àqueles que faleceram", disse. "Todos devemos suprir as necessiades dos sobreviventes", prosseguiu o líder iraniano. "A ajuda ainda é muito bem-vinda para que, assim, se Deus quiser, a cidade de Bam possa ser reconstruída melhor e mais forte que antes. Podemos erguer uma cidade forte e desenvolvida dessa devastação".Antes de seu pronunciamento, dois fortes tremores espalharam uma onda de pânico e fizeram com que os prédios restantes desabassem. Tijolos de argila tremeram e despencaram no chão da antiga cidadela, fazendo com que uma nuvem de poeira vinda das ruínas ficasse em suspensão por pelo menos 15 minutos.As esperanças de que mais pessoas pudessem ser retiradas vivas dos escombros foram abandonadas na manhã de hoje, que completa 72 horas desde a tragédia - segundo especialistas, esse é o tempo máximo que se pode sobreviver soterrado em ruínas.O presidente do Irã, Mohammad Khatami, deve chegar à cidade ao final do dia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.