Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Khatami: conflito com Teerã prejudicará EUA, Irã e O. Médio

O ex-presidente reformista iraniano Mohamad Khatami pediu que a polêmica em torno do programa nuclear iraniano seja resolvida "através do diálogo e da sensatez", e disse que "um novo conflito (bélico) prejudicará aos Estados Unidos, ao Irã e a todo o Oriente Médio".Khatami, que agora ocupa o cargo de chefe da Instituição para o Diálogo entre Culturas e Civilizações, fez este pedido antes da reunião nesta segunda-feira em Londres dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU mais a Alemanha para discutir o conflito nuclear com o Irã.Segundo a agência de notícias "Irna", Khatami se referiu à exigência da comunidade internacional de que Teerã suspenda o enriquecimento de urânio, assim como à tensão entre Irã e EUA, país que enviou recentemente dois porta-aviões ao Golfo Pérsico."O diálogo precisa de boas intenções e não condições prévias, e os EUA devem se comportar com valor e sensatez para encontrar uma solução adequada", disse o líder reformista após uma reunião em Teerã com religiosos americanos.Considerou que a invasão do Iraque "foi um grave erro", já que "Saddam Hussein foi derrubado, mas a violência e o terrorismo continuam"."Todos nós vemos como a segurança no mundo todo se deteriorou. O assunto não é unicamente do Iraque, da Palestina ou do Afeganistão, já que Washington, Londres e Madri estiveram expostos" à insegurança, concluiu.Seu sucessor, o ultraconservador Mahmoud Ahmadinejad, afirmou no domingo que não suspenderá o enriquecimento de urânio e reiterou que "o trem do desenvolvimento nuclear iraniano não tem freio nem marcha à ré".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.