Khodorkovsky renuncia à presidência da Yukos

O magnata russo Mikhail Khodorkovsky renunciou hoje à presidência da companhia petrolífera Yukos, oito dias depois de ter sido preso por acusações de fraude e evasão de impostos, divulgou a agência de notícias Interfax. A agência citou um comunicado de Khodorkovsky à Agência de Informação Petrolífera.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.