Kim Jong-il nomeia filho como general

Nomeação pode ser o primeiro passo para a sucessão no governo comunista da Coreia do Norte

Reuters

28 de setembro de 2010 | 05h26

Televisão sul-coreana mostra líder norte-coreano e foto de seu filho.

 

SEUL - A televisão estatal da Coreia do Norte informou que o líder do país, Kim Jong-il, foi reeleito nesta terça-feira, 28, secretário geral do partido governante. Além disso, o líder norte-coreano nomeou seu filho mais jovem, Kim Jong-un, para seu primeiro título público como general.

Para analistas, a nomeação marca o primeiro passo da sucessão na dinastia governante do isolado estado comunista. A mídia estatal mencionou o nome de Kim Jong-un pela primeira vez, porém, sem identificar ele como filho do governante, horas antes do início da reunião do partido.

Kim Jong-il, 68 anos, havia sofrido um acidente vascular cerebral em 2008, porém sua saúde não dá sinais de que ele possa deixar o cargoo, dizem especialistas sobre o assunto. Para eles, seu filho é muito jovem e inexperiente para assumir completamente o governo da Coreia do Norte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.