Kim Jong-il volta à Coreia do Norte após visitar China

O líder norte-coreano, Kim Jong-il, retornou a seu país hoje, após uma viagem de uma semana à China. Aparentemente, a visita tinha como objetivo garantir o auxílio para a economia norte-coreana, informou a agência sul-coreana Yonhap. O trem especial blindado de Kim cruzou a fronteira para a cidade de Sinuiju por volta das 6h30 (horário local), afirmou a agência, após uma jornada de 6 mil quilômetros.

AE, Agência Estado

27 de maio de 2011 | 11h26

Kim fez sua terceira visita à China em pouco mais de um ano, voltada para garantir o apoio econômico para a Coreia do Norte. Ele visitou o nordeste e o leste da China, além de Pequim, onde se encontrou com o presidente Hu Jintao e outras graduadas autoridades.

A China pressionou a Coreia do Norte a voltar para as conversas em seis partes sobre o desarmamento nuclear do país, e também para esfriar as tensões com a Coreia do Sul. Pequim defende que seu aliado realize reformas para abrir a economia, no estilo chinês. Não está claro, porém, quais foram os resultados práticos da visita. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do NorteKim Jong-ilChinavisita

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.