EFE/EPA/RODONG SINMUN
EFE/EPA/RODONG SINMUN

Kim Jong-un se reúne com cientistas que coordenaram último teste atômico do país

Líder da Coreia do Norte defendeu a necessidade de que seu país tenha um elemento de 'dissuasão nuclear confiável' e tirou foto com cientistas, técnicos e militares envolvidos no teste realizado na semana passada

O Estado de S. Paulo

11 Janeiro 2016 | 17h27

PYONGYANG - O líder da Coreia da Norte, Kim Jong-un, se reuniu com cientistas e técnicos que participaram do teste nuclear que o regime de Pyongyang realizou na semana passada, em um encontro no qual defendeu a importância do fato como elemento de "dissuasão".

A agência estatal de notícias "KCNA" detalhou o encontro em uma nota distribuída nesta segunda-feira, 11, que inclui uma foto de Kim com os responsáveis do programa nuclear norte-coreano. A agência não detalhou a data do "ato comemorativo".

A nota assegurou que o líder defendeu a necessidade de que seu país conte com um elemento de "dissuasão nuclear confiável". Também diz que se está convencido de que cientistas e técnicos norte-coreanos vão continuar colhendo "avanços contínuos" após o ímpeto que lhes fez "testar com sucesso a bomba H".

Na quarta-feira passada Pyongyang anunciou que havia realizado seu quarto teste atômico subterrâneo e que pela primeira vez tinha feito explodir debaixo da terra uma bomba de hidrogênio.

O artefato seria mais poderoso que os detonados pela Coreia do Norte em seus testes de 2006, 2009 e 2013, embora os especialistas duvidem que o país tenha conseguido desenvolver uma bomba H com base no alcance que teve a explosão. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Kim Jong-unBomba H

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.