Kirchner convoca embaixador dos EUA para explicações

O chanceler da Argentina, Jorge Taiana, anunciou hoje que a pedido da presidente do país, Cristina Fernández de Kirchner, foi convocado o embaixador dos Estados Unidos para explicações, por causa do mal-estar causado por declarações do diretor da Agência Central de Inteligência (CIA), Leon Panetta. O dirigente da maior agência de espionagem dos EUA disse ontem que Argentina, Venezuela e Equador enfrentam um "dura situação" econômica e poderão sofrer instabilidade política por causa da crise financeira internacional.O chanceler argentino qualificou de "lamentáveis" as declarações de Panetta. "Estamos convocando o embaixador norte-americano na Argentina (Earl Anthony) e exigiremos explicações convenientes", disse Taiana, durante coletiva de imprensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.