Kirchner deverá ficar dois dias no hospital

O presidente argentino,Néstor Kirchner, foi levado hoje a um hospital de Rio Gallegos,onde passa os feriados da Páscoa, com problemas gástricos. "Oestado do presidente da república não causa preocupação", disseo médico particular dele, Luis Bonomo. Segundo o médico,Kirchner sofre de uma "gastroduodenite hemorrágica" e deverápermanecer dois dias hospitalizado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.