Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Knut, o urso polar alemão, aumenta faturamento de zoológico

O amado urso polar Knut, da Alemanha,ajudou o Zoológico de Berlim, onde mora, a faturar 5 milhões deeuros (7,36 milhões de dólares) em 2007, afirmou o diretor dozoológico na quarta-feira. Os lucros do local aumentaram em 4,1 milhões de euros (6,03milhões de dólares) em relação a 2006, o maior aumento de rendados últimos cinco anos, com produtos licenciados e propagandasacrescentando outros 750 mil euros a esse total -- em grandeparte devido a Knut. "Tivemos um número muito maior de visitantes no ano passadoe isso deveu-se em grande parte ao nosso famoso Knut", afirmouBernhard Blaszkiewitz, diretor do zoológico. "Todo mundo ouviufalar dele!" O superstar peludo, que, como foi largamente divulgado,acabou sendo sustentado por seus tratadores depois de ter sidorejeitado por sua mãe, Tosca, atraiu ao local 500 milvisitantes a mais, no ano passado. A marca Knut conta atualmente com 44 contratos delicenciamento e é usada por 29 empresas para vender váriosprodutos, entre os quais brinquedos, DVDs, livros e atésaquinhos de doce. O urso, agora com 14 meses de idade e 132 quilos (Knutperdeu a carinha de filhote), adora comer croissants e aindaatrai milhares de visitantes diários ao zoológico. Com o nascimento de uma ursa polar chamada Snowflake, noZoológico de Nuerenberg, no sul da Alemanha, em dezembro,surgiram grandes planos para a vida sexual de Knut. Os jornais viram na nova ursinha uma parceira em potencialda celebridade berlinense enquanto astrólogos identificavam opar como um "time dos sonhos", já que os planetas dos doisestariam alinhados de forma perfeita. (Reportagem de Sarah Roberts)

REUTERS

20 de fevereiro de 2008 | 15h56

Tudo o que sabemos sobre:
GERALKNUTFATURAMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.