Kodak possuía reator e urânio enriquecido

A recém-falida Kodak, gigante do ramo de suprimentos para fotografia, possuía um pequeno reator nuclear e cerca de 1,5 kg de urânio enriquecido. O equipamento e o combustível foram mantidos em segredo até a companhia declarar a falência.

O Estado de S.Paulo

15 Maio 2012 | 03h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.