Kofi Annam prega o diálogo entre Índia e Paquistão

Preocupado com a iminente guerra entre o Paquistão e a Índia, o secretário geral das Nações Unidas, Kofi Annam, pediu que os dois países reflitam antes de tomarem qualquer ação precipitada.Em cartas enviadas ao primeiro ministro indiano, Atal Bahari, e ao presidente do Paquistão, Pervez Musharraf, Annan afirmou que as tensões entre os dois países devem ser superadas por meio de negociações."A comunidade internacional tem grande interesse que haja relações melhores e estáveis entre as duas nações. Paquistão e Índia devem deixar de lado qualquer atitude que possa causar o agravamento da situação", completou Annan na noite desta quarta-feira segundo informou a ONU.A crise entre os dois países se intensificou na região da Caxemira depois dos atentados terroristas ao Parlamento indiano duas semanas atrás. A Índia responsabilizou as organizações muçulmanas extremistas Lashkar-e-Toiba e Jaish-e-Mohammed, que têm bases no território paquistanês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.