Kofi Annan adverte contra uso de mais força na Síria

O enviado especial conjunto da Liga Árabe-ONU para a Síria, Kofi Annan, disse nesta quinta-feira que qualquer militarização adicional da crise síria irá "agravar a situação" no país que há um ano é palco de um violento conflito.

REUTERS

08 de março de 2012 | 08h30

"Espero que ninguém esteja pensando muito seriamente em usar a força nesta situação. Creio que qualquer militarização adicional vai piorar a situação", disse Annan, no Cairo, após reunião com o secretário-geral da Liga Árabe, Nabil Elaraby.

Annan deve visitar a Síria em 10 de março.

(Reportagem de Edmund Blair)

Tudo o que sabemos sobre:
EGITOANNANADVERTE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.