Kofi Annan diz que violência alimenta rebelião no Iraque

O secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, avisou que ações militares violentas no Iraque alimentam as fileiras da resistência, e pediu que as autoridades americanas façam todo o possível para buscar uma solução pacífica para a crise nas cidades de Najaf e Faluja, ambos sob cerco das forças de ocupação. Segundo o secretário-geral, a verdadeira batalha deveria ser travada pelos ?corações e mentes? dos iraquianos. Annan disse que é impossível atender a um apelo da população de Faluja por intervenção da ONU, devido à falta de segurança no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.