Koirala é nomeado primeiro-ministro do Nepal

O presidente do partido do Congresso Nepalês e ex-primeiro-ministro do Nepal, Girija Prasad Koirala, foi designado nesta quinta-feira primeiro-ministro do país pelo rei Gyanendra, segundo um comunicado divulgado pelo Palácio Real. A designação de Koirala acontece depois que o monarca decidiu na segunda-feira restabelecer o Parlamento nepalês, suspenso desde 2002, após 19 dias de greve geral e violentos protestos no país. Durante os enfrentamentos, 15 pessoas morreram e mais de cinco mil ficaram feridas em conseqüência da repressão policial. "Vossa majestade o rei Gyanendra, após a recomendação da aliança de sete partidos políticos e de acordo com a Constituição do Reino de 1990, designou o presidente do Congresso Nepalês, Girirja Prasad Koirala, como o novo primeiro-ministro", afirmou a nota divulgada na tarde desta quinta em Katmandu. Koirala foi eleito na terça-feira o futuro chefe de Governo pela aliança de sete partidos que convocaram os protestos no país e exigiram o restabelecimento da democracia no Nepal após a dissolução do governo ordenada por Gyanendra, em fevereiro de 2005. O monarca pretendia assumir o poder absoluto do país. Carta Magna A cerimônia oficial em que Koirala assumirá o cargo de primeiro-ministro deve ser realizada nesta sexta-feira na capital nepalesa. Koirala já presidiu o executivo do Nepal em três ocasiões, e sua principal tarefa será convocar eleições constituintes para escolher uma Câmara que redija uma nova Carta Magna em que o papel da monarquia seja limitado. A guerrilha maoísta, que iniciou há uma década a luta armada no Nepal com o objetivo de derrubar a monarquia e instaurar uma república comunista, declarou na quarta-feira à noite um cessar-fogo unilateral de três meses em todo o território com o objetivo de facilitar o processo constituinte.

Agencia Estado,

27 Abril 2006 | 13h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.