Koizumi declara vitória nas eleições

Em um triunfo para o primeiro-ministro Junichiro Koizumi e suas propostas de reforma, a coalizão governante do Japão declarou vitória neste domingo nas eleições para o Senado. A coalizão, formada por três forças políticas lideradas pelo Partido Liberal Democrático (PLD), obteve pelo menos 63 das 121 vagas parlamentares em disputa, de um total de 247 - numa votação que se converteu em um julgamento popular do premier, há três meses na chefia do governo. "Nós atingimos nosso objetivo. Gostaria de agradecer a todas as pessoas que trabalharam pesado para que isso acontecesse", afirmou Koizumi em Tóquio. O premier também reiterou seu compromisso com as reformas estruturais e convidou os partidos de oposição a se unirem a ele em seu esforço para reativar a economia japonesa. A declaração de vitória foi feita minutos depois de a rede de televisão NHK e a agência de notícias Kyodo anunciarem que a coalizão governante havia conquistado 63 cadeiras e afirmarem que as pesquisas de opinião indicavam que o governo poderia obter ainda mais vagas. Os resultados oficiais serão divulgados apenas nesta segunda. Mesmo assim, as redes de televisão japonesas já especulam sobre a possibilidade de a coalizão conseguir a maioria absoluta no Senado. Logo depois do anúncio das pesquisas, a oposição reconheceu a derrota. "Infelizmente, parece que não atingiremos nosso objetivo de tirar a maioria da coalizão governante", afirmou Naoto Kan, do Partido Democrático.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.