Koizumi muda chefe de serviços financeiros

O chefe da Agência de Serviços Financeiros do Japão, Hakuo Yanagisawa, foi substituído por Heizo Takenaka, em uma ação surpreendente que pode sinalizar que o primeiro-ministro do país, Junichiro Koizumi, está disposto a acelerar com seriedade o processo de eliminação dos créditos podres pelos bancos. Além do novo posto, Takenaka seguirá ocupando o Ministério da Economia. A saída de Yanagisawa ocorre em meio à ampliação das pressões do mercado para que o governo injete fundos públicos para melhorar a situação dos bancos locais. Yanagisawa se opunha a essa estratégia, defendendo que os bancos resolvessem seus problemas com seus próprios lucros operacionais. A mudança na Agência de Serviços Financeiros foi possível após todos os membros do alto escalão do governo japonês terem colocado seus cargos à disposição, abrindo o caminho para que o premier implantasse seus planos de reforma econômica. A renúncia coletiva, a primeira desde que Koizumi assumiu o cargo em abril de 2001, não deve causar outras mudanças mais drásticas, já que a maioria dos ministros deve seguir em seus postos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.