Koizumi realiza sonho: visita casa de seu ídolo Elvis Presley

O presidente americano, George W. Bush, levou o primeiro-ministro japonês, Junichiro Koizumi, um devoto fã de Elvis Presley, para um tour por Graceland, a casa do falecido rei do Rock´n´Roll em Memphis, Tennessee.Acompanhados por Priscilla, a viúva do cantor e a filha dos dois Lisa Marie Presley, Koizumi, de 64 anos, não duvidou nem um momento em demonstrar seu fanatismo pelo astro: cantou, colocou óculos escuros ao estilo Elvis e até mesmo imitou seus movimentos dançando e tocando guitarra.Para Koizumi, que nasceu no mesmo dia de Elvis (8 de janeiro) e cuja cabeleira lembra a do cantor, a visita a Graceland foi a realização de um sonho. Os dois líderes, acompanhados da primeira-dama, Laura Bush, receberam um tratamento real ao chegar à mansão, onde um Cadillac cor-de-rosa estava estacionado na frente. Priscilla e Lisa Marie foram as guias no tour privado.Bush, o primeiro presidente no cargo a visitar Graceland, ganhou uma fivela original da coleção de Elvis. Koizumi ganhou um antigo pôster de filme, e Laura, um colar.Enquanto posavam para fotos na Sala da Selva, com decoração da Polinésia, Koizumi colocou os braços em volta de Lisa Marie e disse "Hold me close, hold me tight", a abertura do sucesso de Elvis I Want You, I Need You, I Love You. Também viram as roupas bordadas com lantejoulas que o astro usou em shows e filmes e visitaram outros cômodos com decoração extravagante.Bush, que costuma citar a mudança das relações entre o Japão e os EUA após a 2ª Guerra Mundial, chamou a visita a Graceland de uma recordação da proximidade dos dois países agora e disse aos repórteres que era um prazer estar lá.O espírito Elvis começou a ser sentido já no avião presidencial, o Air Force One, que os levou a Memphis. Ali escutaram músicas de Elvis e as aeromoças serviram sanduíches de creme de amendoim com banana, o prato favorito do rei do rock´n´roll.Nem Bush nem Koizumi comeram os lanches, mas beberam café e chá, respectivamente. Até mesmo o porta-voz da Casa Branca, Tony Snow, estava usando os óculos escuros ao estilo Elvis, grandes e com a borda dourada. Na quinta-feira, Bush deu a Koizumi uma jukebox com as músicas de Elvis e o líder japonês disse em um inglês hesitante: "Muito obrigado povo americano por ´Love Me Tender´." Tudo isso fez parte do presente de despedida que Bush quis oferecer a um de seus mais firmes aliados, antes que Koizumi deixe o cargo de primeiro-ministro em setembro. Bush, que não tem o costume de fazer esse tipo de ato, demonstrou, assim, seu afeto por Koizumi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.