Korei e Sharon devem se encontrar em 10 dias

O primeiro ministro palestino Ahmer Korei disse hoje que está disposto a se reunir com seu colega israelense Ariel Sharon, mas somente se o encontro puder surtir resultados. Pelo lado israelense, o ministro das Relações Exteriores, Silvan Shalom, disse à rádio do exército que a reunião deve ser realizada dentro de 10 dias. Já outros meios de comunicação afirmaram que o encontro para discutir um acordo de paz pode ser realizado logo depois do regresso de Sharon de sua viagem à Itália, no início da próxima semana. O novo governo palestino foi aprovado ontem e Korei já criticou as restrições impostas por Israel às viagens pelas zonas palestinas e Faixa de Gaza. ?Se Israel respeita nosso povo, nosso presidente e caso decida acabar com cerco, acredito que este governo poderá ter êxito?, disse Korei durante a primeira reunião de seu gabinete. DoaçõesKorei anunciou também que uma conferência internacional de doadores, que seria realizada em Roma na próxima semana, foi adiada para 12 de dezembro. Ele não deu explicações sobre adiamento. A comunidade internacional envia cerca de US$ 1 bilhão por ano aos palestinos. Os fundos são utilizados com fins humanitários e mantêm viável a Autoridade Palestina, que de outra maneira deixaria de existir.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.