Kosovares são presos por crimes de guerra

A Sérvia prendeu dez ex-combatentes do Exército de Libertação de Kosovo suspeitos de envolvimento em pelo menos 51 mortes e 159 seqüestros na cidade de Gnjilane, na ex-província sérvia de Kosovo, em 1999, anunciaram ontem autoridades do país. Os presos também são suspeitos de saques e de torturar e estuprar civis sérvios na cidade, que fica perto da fronteira com a Sérvia, afirmou Bruno Vekaric, porta-voz da promotoria de crimes de guerra do país.

, O Estadao de S.Paulo

27 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.