Kosovo: Mascarados invadem posto eleitoral

Um grupo de 30 homens mascarados invadiu um posto de votação na cidade de Mitrovica, no Kosovo, destruindo janelas e material de votação. A polícia isolou a área e as eleições foram suspensas duas horas antes. Nesse domingo, Kosovo elege prefeitos e vereadores e a votação testa a frágil relação com a Sérvia.

Agência Estado

03 de novembro de 2013 | 16h49

Além do ataque, há indícios de que sérvios linha-dura do norte do Kosovo intimidaram os compatriotas, o que ocasionou baixa ida de pessoas à votação.

O primeiro-ministro da Sérvia, Ivica Dacic, contudo, convocou os sérvios a irem às urnas. Ele disse que a participação nas eleições é do interesse do povo sérvio em Kosovo. "O destino dos sérvios no Kosovo deve estar em suas próprias mãos e não nas de Thaci (Hashim Thaci, primeiro-ministro do Kosovo) ou de extremistas", disse.

Cerca de 1,8 milhão de eleitores tem o direito de votar em 39 municípios. Até o início da tarde, 33% tinham comparecido às votações.

Alguns sérvios têm receio de que a votação valide a secessão de Kossovo, que declarou independência em 2008, mas não foi reconhecida pela Sérvia. As eleições deste domingo são as primeiras livres a serem realizadas em Kosovo desde a separação. Estados Unidos e outros países das Nações Unidas reconheceram o novo Estado. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Kosovoeleiçõesataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.