Hazir Reka/Reuters
Hazir Reka/Reuters

Kosovo organiza primeiras eleições desde independência

Principal desafio político do atual governo é superar o boicote da minoria Sérvia apoiada por Belgrado

Efe,

15 Novembro 2009 | 12h13

A antiga província sérvia do Kosovo, que declarou sua independência de forma unilateral há quase dois anos, realiza neste domingo, 15, sua primeira eleição local para escolher os prefeitos e vereadores de 36 municípios.

 

Serão as primeiras eleições não organizadas pela comunidade internacional que administrou a região entre 1999 e 2008 como uma espécie de protetorado.

 

O principal desafio político que o governo albano-kosovar enfrenta é o já tradicional boicote da minoria sérvia, apoiada por Belgrado, a qualquer processo que legitime a independência unilateral, que a Sérvia rejeita.

 

No entanto, ao contrário das outras eleições realizadas desde 2004, as deste domingo poderiam contar com a participação de uma significativa parte dos 120 mil servo-kosovares, 6% da população total.

 

Apesar da forte influência que o Governo e a Igreja Ortodoxa sérvios exercem sobre os sérvios do Kosovo, 21 das 74 candidaturas que concorrem ao pleito pertencem a essa minoria.

 

No total, há cerca de 1,5 milhão de pessoas com direito a voto, que abriram esta manhã e fecharão às 19h local (16h de Brasília)

 

As eleições serão supervisadas por observadores da União Europeia e por vários organismos locais, que velam pela limpeza do processo.

 

Quanto à segurança, a Polícia kosovar preparou uma operação especial com cinco mil homens para evitar incidentes.

 

Em relação às intenções de voto, o Partido Democrático do Kosovo (KDP, governo) do ex-líder guerrilheiro e hoje primeiro-ministro, Hashem Thaçi, e a Liga Democrática do Kosovo (LDK), do presidente, Fatmir Sejdiu, se apresentam como os favoritos para controlar a maior parte dos municípios.

Mais conteúdo sobre:
kosovo eleições

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.