Kremlin ameaça adotar medidas contra Geórgia

A Rússia prometeu ontem adotar medidas concretas para impedir o rearmamento da Geórgia. A ameaça, feita pelo vice-chanceler Grigori Karasin, foi preparada para coincidir com a chegada a Tbilisi do vice-presidente dos EUA, Joe Biden. Ontem, Biden disse que apoia a entrada da Geórgia na Otan, mas pediu mais democracia ao país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.