Kuwait adverte Irã sobre intromissão em política interna

O emirado do Kuwait advertiu hoje o Irã a não se intrometer em seus assuntos internos, numa escalada nas tensões entre os dois países que envolvem uma suposta rede de espionagem. A KUNA, agência estatal de notícias do Kuwait, informou que a advertência foi entregue hoje por um funcionário graduado do emirado do Kuwait ao principal diplomata iraniano no país árabe.

AE, Agência Estado

31 Março 2011 | 15h18

Durante o ano passado, as tensões cresceram entre o Irã e o Kuwait, após o governo do país árabe ter acusado Teerã de montar uma rede de espionagem em seu território. Segundo o Kuwait, os supostos espiões iranianos vigiavam bases norte-americanas e também instalações militares do Kuwait. Os supostos espiões foram presos e julgados. O judiciário do Kuwait condenou três deles à morte nesta semana. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.