Kuwait fecha sede local da Al-Jazeera

O Kuwait fechou a sucursal local da rede de TV Al-Jazeera, o canal via satélite mais popular do mundo árabe. ?O governo me informou que a sucursal está fechada porque o canal Al-Jazeera não é objetivo?, disse o chefe do escritório local, Saad al-Enezi. Ele disse não ter sido informado se o fechamento seria temporário ou permanente.A Al-Jazeera tem grande audiência no Kuwait, mas muitos cidadãos do país vêem a linha da TV enviesada em favor do governo iraquiano. Em 1999, o Kuwait já havia proibido a estação de produzir reportagens no emirado, depois que um iraquiano insultou o emir do Kuwait pelo telefone, ao vivo. A proibição durou um mês, e a sucursal foi aberta em 2001.Um grupo de kuwaitianos processou a rede pelo que considerou comentários ofensivos de um dos apresentadores de programas de entrevista. Em abril do ano passado, um tribunal civil condenou a emissora, que tem sede no Qatar, a pagar uma multa de 5.001 dinares (US$ 1.650), mas a condenação foi derrubada numa instância superior. A Al-Jazeera já se envolveu em problemas com autoridades de outras nações árabes, incluindo a Arábia Saudita e o Iraque, e foi proibida de operar em Bahrain e na Jordânia. Diferente da mídia controlada pelo governo, o canal veicula com freqüência as opiniões de oposicionistas e críticas aos governantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.