Kuwait permitirá uso de bases no país contra o Iraque

O Kuwait anunciou que permitirá que forças dos Estados Unidos usem bases já existentes no país para possíveis ataques contra o Iraque, mas apenas se a ação for sancionada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas. "Eles (soldados americanos) estão aqui em nossas bases... Elas estão aqui, como podem não usá-las?", questionou a repórteres o xeque Sabah Al Ahmed Al Sabah, vice-primeiro-ministro e ministro do Exterior."Se houver uma resolução do Conselho de Segurança, elas (as bases) serão usadas", explicou. Entretanto, as Forças Armadas kuwaitianas não irão participar em qualquer guerra no Iraque, adiantou o xeque.O ministro do Exterior saudita, príncipe Saud al-Faisal, havia afirmado à CNN no domingo que seu país não permitirá o uso de suas bases pelos EUA para qualquer ataque contra o Iraque, mesmo que seja autorizado pela ONU.Forças lideradas pelos EUA libertaram o Kuwait, em 1991, de sete meses de ocupação iraquiana. O Kuwait e Washington têm pactos de defesa e o pequeno Estado árabe continua sendo um dos aliados mais próximos dos americanos no Golfo Pérsico, abrigando cerca de 10.000 militares dos EUA.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.