Kyoto: Europa diz aceitar meio-termo de negociação

A União Européia disse que poderá aceitar um meio-termo da proposta para quebrar o impasse nas negociações do Protocolo de Kyoto, a respeito do aquecimento global. "Não é um documento ideal. Existem alguns problemas, mas se os países estiverem dispostos a ceder e aceitá-lo, a União Européia também concordará", disse o negociador do bloco europeu, ministro de Energia da Bélgica, Olivier Deleuze. A delegação japonesa, chave neste processo, informou que talvez não aceite. Os Estados Unidos, o maior produtor mundial de gases que produzem efeito-estufa, já rejeitaram o Protocolo assinado em 1997, que forçaria os estados industrializados a cortar suas emissões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.