Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

La Paz enfrenta escassez de comida em meio a protestos

A capital da Bolívia enfrenta falta de comida, combustível e outros produtos essenciais nesta terça-feira, enquanto manifestantes que exigem a renúncia do presidente Gonzalo Sánchez de Lozada mantêm estradas bloqueadas tanto em La Paz quanto na cidade vizinha de El Alto, virtualmente paralisando a área urbana onde vivem 1,5 milhão de pessoas.Embates entre soldados e manifestantes causaram pelo menos 16 mortes na segunda-feira, elevando o número de mortos em meio aos protestos a 60, segundo grupos de defesa dosa direitos humanos e hospitais. As autoridades não confirmam o número. Lojas, bancos e escritórios continuam fechados em La Paz, e as poucas pessoas que se dirigiram a seus locais de trabalho tiveram de fazê-lo a pé. Muitas esquinas continuam bloqueadas por barricadas erigidas com pedras, pneus, galhos de árvore e outros materiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.